Passando por aqui? Deixe um comentário ou, que tipo de reportagens gostaria de ver....

Olá....

Obrigada por sua visita,deixe um comentário, ou se preferir, coloque alguma matéria interessante que eu publicarei. Bjks enormes...Irma

Loading...

Pesquisar este blog

sábado, 13 de fevereiro de 2010

SEE/SP Inscrições abertas para 10.083 vagas de professor

Atemtem para o texto entre aspas....
Imaginem seus filhos estundando em escolas públicas, com professores que nem ao menos possuem ensino médio completo....Hoje, o ensino já está deteriorado, imaginem depois deste concurso....



Quarta-feira, 27 de janeiro de 2010
SEE/SP
Inscrições abertas para 10.083 vagas de professor

• 22/01/2010 - Secretaria altera regras do concurso de professor
• 21/01/2010 - Saiu o concurso de 10.083 vagas para PEB II


Anexos

22/01/2010/Retificação
Retifcação das instruções especiais
Cronograma
Selecione o dia para mais detalhes

1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28

A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo abre nesta quarta-feira (27) o período de inscrições para o concurso que visa ao preenchimento de 10.083 vagas de professor de educação básica (PEB) II para diversas disciplinas em todo o Estado, com salários iniciais entre R$ 549 e R$ 1.834.

As oportunidades são para as disciplinas de arte, biologia, ciências físicas e biológicas, educação física, filosofia, geografia, história, inglês, língua portuguesa, matemática, química, sociologia e educação especial – deficiências auditiva, física, mental e visual. De acordo com as instruções especiais divulgadas em 2009, os salários serão de R$ 549 (jornada de 12h semanais), R$ 1.100,92 (24h), R$ 1.376,14 (30h) e R$ 1.834,85 (40h).

Inscrição
As inscrições seguem até as 23h59 de 11 de fevereiro, segundo o horário de Brasília (DF), no site da Fundação Carlos Chagas: www.concursosfcc.com.br. A taxa de inscrição é de R$ 27,25. Os candidatos poderão se inscrever para atuar em mais de uma disciplina desde que os horários de exame sejam diferentes – confira o cronograma no edital em anexo. No ato de inscrição o candidato deverá optar pela diretoria regional de ensino de sua preferência – confira a relação completa no edital em anexo.

""Pedidos de isenção - Candidatos que sejam estudantes de curso nível fundamental, médio, superior, pós-graduação ou curso pré-vestibular e estejam desempregados ou tenham renda inferior a dois salários mínimos podem requerer redução de 50% do valor da taxa de inscrição. Os interessados devem preencher e imprimir o requerimento disponível no site da Carlos Chagas entre as 10h do dia 27 e 14h de 29 de janeiro. O requerimento e os documentos comprobatórios deverão ser encaminhados, via sedex ou carta registrada com aviso de recebimento (AR) até o dia 29 à Fundação Carlos Chagas - veja o endereço abaixo.""

Prova
As datas, horários e locais de aplicação dos exames serão divulgados em ocasião oportuna pela organizadora. Outras informações podem ser obtidas junto ao serviço de atendimento ao candidato, nos dias úteis entre as 10h e 16h, pelo telefone: (11) 3723-4388.

Retificação
A principal mudança diz respeito a formação do professor para educação especial: agora os candidatos deverão ser formados cursos de pedagogia, do tipo licenciatura plena, com cursos de especialização, com carga horária mínima de 360 horas – na publicação original, a carga horária era de 120h.

Também mudou a forma de aplicação da prova: a primeira etapa não será mais dividida em dois dias, e sim em dois períodos. O edital ainda alterou a redação de item, incorreto no original, e trouxe também um anexo para que profissionais oriundos da rede particular comprovem seu tempo de serviço.
Serviço:
Pedidos de Isenção
Fundação Carlos Chagas – A/C Departamento de Execução de Projetos – Ref. Redução do Valor de Inscrição/PEB II
Avenida Professor Francisco Morato, 1565, Jardim Guedala, São Paulo (SP)
CEP 05513-900.

Juliana Dondo

Universidade expulsa alunos suspeitos de racismo em Ribeirão Preto (SP)

01/02/2010 - 16h09
Universidade expulsa alunos suspeitos de racismo em Ribeirão Preto (SP)
da Folha Online
Os três alunos de medicina acusados de agredir e usar termo racista contra um homem negro que ia ao trabalho em Ribeirão Preto (313 km de São Paulo) foram desligados do Centro Universitário Barão de Mauá. Segundo a universidade, eles foram notificados nesta segunda-feira, após um conselho criado para avaliar o caso decidir que a atitude feriu o regimento do curso.
Estudantes de Ribeirão devem ser punidos por racismo, diz promotor
Por causa da agressão, que ocorreu em 13 de dezembro, a universidade já havia afastado os jovens. Na ocasião, o advogado deles pediu ao reitor que reconsiderasse a decisão.
Emílio Pechulo Ederson, 20, Felipe Giron Trevizani, 21, e Abrahão Afiune Júnior, 19, foram presos e liberados 12 horas depois da agressão, após pagar, cada um, fiança de R$ 5.580 --foram então para casa de suas famílias em Campinas (SP), Goiás e Pará.
Os três foram flagrados por um frentista e dois vigilantes ao baterem com o tapete do carro nas costas do auxiliar de serviços gerais Geraldo Garcia, 55. A vítima, que é auxiliar de serviços gerais no COC, ia de bicicleta para o trabalho, por volta das 6h. Por causa da força da pancada, ele se desequilibrou, caiu no chão e machucou a coxa.
Segundo ele e o delegado Mauro Coraucci, os estudantes vibraram após a agressão e gritaram "ô, nego". O advogado negou a ofensa.
O juiz Ricardo Braga Monte Serrat disse que a decisão de liberá-los se baseou em acórdão do STJ (Superior Tribunal de Justiça) que, ao analisar caso semelhante, entendeu que os acusados cometeram crime de injúria qualificada (por causa da conotação racista), que, ao contrário do de racismo, é afiançável.
Com a Folha Ribeirão

TJ-SP MANDA SOLTAR EX-SECRETÁRIO ACUSADO DE PEDOFILIA

01/02/2010 - 19h35
TJ-SP manda soltar ex-secretário acusado de pedofilia


Sorocaba, SP - O Tribunal de Justiça (TJ) de São Paulo mandou soltar hoje o ex-secretário de Administração de Sorocaba, Januário Renna, de 64 anos, preso desde o dia 15 de agosto do ano passado, acusado de pedofilia. Na ocasião, ele foi flagrado pela Polícia Civil num motel de Itu na companhia de três adolescentes - duas de 14 e uma de 15 anos. Renna exercia do cargo de secretário da prefeitura na época e foi exonerado após a prisão.
O TJ concedeu habeas-corpus apresentado pela defesa, que alegou que a detenção extrapolou os prazos previstos em lei para a prisão. De acordo com a lei, o réu preso deve ir a julgamento no prazo de 60 dias, o que não ocorreu com Renna. Os advogados de defesa pediram o relaxamento da prisão em dezembro, mas só hoje o pedido foi julgado. A turma julgadora do TJ reconheceu o excesso de prazo para a instrução do processo e mandou expedir o alvará de soltura.
Renna, que estava numa cela especial da Penitenciária II de Sorocaba, foi libertado por volta das 18 horas e seguiu para Itu, no interior de São Paulo. Ele vai aguardar em liberdade o julgamento do processo. Quando foi preso, o então secretário já era investigado por policiais do Departamento de Investigações sobre Crime Organizado (Deic) de São Paulo por se encontrar com menores.
O Ministério Público Estadual o acusa de ter mantido relações sexuais com pelo menos oito adolescentes, entre elas uma menina que, na ocasião, tinha apenas 12 anos. Segundo as investigações, ele pagava R$ 100 por programa. Na denúncia aceita pela Justiça Criminal de Itu, o MPE pediu a condenação do réu a uma pena de 60 anos de prisão. Duas audiências estão marcadas para os dias 5 e 25 de março.

COMO SE PROTEGER DOS ASSALTOS...

1º RECADO DA POLÍCIA MILITAR


CUIDADO em BARES, RESTAURANTES, IGREJAS e outros locais de encontros coletivos.


Bandidos estão dando de 10 x 0 em criatividade em nós e na Polícia, portanto, vamos acabar com isso...
Vejam: Você e seus amigos ou familiares estão num bar ou restaurante, batendo papo e se divertindo. De repente chega um indivíduo e pergunta de quem é o carro tal, com placa tal, estacionado na rua tal, solicitando que o proprietário dê um pulinho lá fora para manobrar o carro, que está dificultando a saída de outro carro.

Você, bastante solícito vai, e ao chegar até o seu carro, anunciam o assalto e levam seu carro e seus pertences, e ainda terá sorte se não levar um tiro...

Numa mesma noite, o resgate da Polícia Militar atendeu a três pessoas baleadas, todas envolvidas no mesmo tipo de história.

Repasse esta notícia para alertar seus amigos... O jeito, em caso semelhante é ir acompanhado! Chame alguns amigos para ir junto, e de longe verifique se é verdade.

Isto também pode acontecer, quando se está na igreja, supermercado... ou em outros locais de encontros coletivos.

'MENSAGEM TRANSMITIDA PELO ATENDIMENTO 190 '



2º AVISO DA POLÍCIA MILITAR
NOVA MODALIDADE DE ASSALTOS A VEÍCULOS
Imagine que você vai para o seu carro que deixou estacionado bonitinho, abre a porta, entra, tranca as portas para ficar em segurança e liga o motor.
Você não faz sempre assim?
Entretanto, olhando pelo espelho interno, você vê uma folha de papel no vidro traseiro, que te bloqueia a visão.
Então, naturalmente, xingando quem colocou um maldito anúncio no seu vidro traseiro, você põe o carro em ponto morto, puxa o freio de mão, abre a porta e sai do carro para tirar o maldito papel, ou o que seja que esteja bloqueando a sua visão.
Quando chega na parte de trás, aparece o ladrão, vindo do nada, te rende, entra e leva o seu automóvel c/ a chave na ignição, o motor que estava ligado (se tiver bloqueador já vai estar liberado), c/ a sua carteira, documentos e o que mais houver lá.
Assim, se houver alguma coisa bloqueando a sua visão, não desça do carro.

Arranque o seu veículo usando os espelhos retrovisores externos, espere e desça em outro local, mais à frente, c/ total segurança.
REPASSE!!! Esta é quente! Muito cuidado e atenção !!!
Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende.
Boa sorte, boa prevenção, e fiquem atentos

OKTOBERFEST (RELATO DE UMA JOVEM TRAÍDA PELA ILUSÃO DO MUNDO

OKTOBERFEST (RELATO DE UMA JOVEM TRAÍDA PELA ILUSÃO DO MUNDO )

LEIAM ESTE RELATO,PODE SALVAR VIDAS...

Essa é nossa realidade!!
Cuidado com nossos filhos!!!


Eis aqui um testemunho autêntico.

Meu nome é Patrícia, tenho 17 anos, e encontro-me no
momento quase sem forças, mas pedi para a enfermeira Dane
minha amiga escrever esta carta que será
endereçada aos jovens de todo o Brasil, antes que seja
tarde demais:

Eu era uma jovem 'sarada', criada em uma excelente
família de classe média alta Florianópolis. Meu pai é
Engenheiro Eletrônico de uma grande estatal e procurou
sempre para mim e para meus dois irmãos dar tudo de bom e
o que tem e melhor,inclusive liberdade que eu nunca soube
aproveitar.

Aos 13 anos participei e ganhei um concurso para modelo e
manequim para a Agência Kasting e fui até o final do
concurso que selecionou as novas Paquitas
do programa da Xuxa. Fui também selecionada para fazer um
Book na Agência Elite em São Paulo.

Sempre me destaquei pela minha beleza física, chamava a
atenção por onde passava. Estudava no melhor colégio de
'Floripa', Coração de Jesus. Tinha todos os
garotos do colégio aos meus pés.

Nos finais de semana freqüentava shopping, praias, cinema,
curtia com minhas amigas tudo o que a vida tinha de melhor a
oferecer às pessoas saradas, física e mentalmente.

Porém, como a vida nos prega algumas peças, o meu destino
começou a mudar em outubro de 2004. Fui com uma turma de
amigos para a OKTOBERFEST em Blumenau.
Os meus pais confiavam em mim e me liberaram sem mais
apego. Em Blumenau, achei tudo legal, fizemos um esquenta no
'Bude', famoso barzinho na Rua XV.

À noite fomos ao 'PROEB' e no 'Pavilhão
Galego' tinha um show maneiro da Banda Cavalinho Branco.
Aquela movimentação de gente era trimaneira''.

Eu já tinha experimentado algumas bebidas, tomava
escondido da minha mãe o Licor Amarula, mas nunca tinha
ficado bêbada. Na quinta feira, primeiro dia e OKTOBER,
tomei o meu primeiro porre de CHOPP.

Que sensação legal curti a noite inteira
'doidona', beijei uns 10 carinhas, inclusive minhas
amigas colocavam o CHOPP numa mamadeira misturado com
guaraná para enganar os 'meganha', porque menor
não podia beber; mas a gente bebeu a noite inteira e os
otários' não percebiam.

Lá pelas 4h da manhã, fui levada ao Posto Médico, quase
em coma alcoólico, numa maca dos Bombeiros.. Deram-me umas
injeções de glicose para melhorar. Quando fui
ao apartamento quase 'vomitei as tripas', mas o meu
grito de liberdade estava dado. No dia seguinte aquela dor
de cabeça horrível, um mal estar daqueles como
tensão pré-menstrual. No sábado conhecemos uma galera de
S. Paulo, que alugaram um ap' no mesmo prédio. Nem
imaginava que naquele dia eu estava sendo
apresentada ao meu futuro assassino. Bebi um pouco no
sábado, a festa não estava legal, mas lá pelas 5:30 h da
manhã fomos ao 'ap' dos garotos para curtir o
restante da noite. Rolou de tudo e fui apresentada ao famoso
baseado'Cigarro de Maconha', que me ofereceram.

No começo resisti, mas chamaram a gente de 'Catarina
careta', mexeram com nossos brios e acabamos
experimentando. Fiquei com uma sensação esquisita, de
baixo astral, mas no dia seguinte antes de ir embora
experimentei novamente.
O garoto mais velho da turma o 'Marcos', fazia
carreirinho e cheirava um pó branco que descobri ser
cocaína. Ofereceram-me,mas não tive coragem naquele dia.
Retornamos a 'Floripa' mas percebi que alguma coisa
tinha mudado, eu sentia a necessidade de buscar novas
experiências, e não demorou muito para eu novamente
deparar-me com meu assassino 'DRUGS'.
Aos poucos, meus melhores amigos foram se afastando quando
comecei a me envolver com uma galera da pesada, e sem
perceber, eu já era uma dependente química, a partir do
momento que a droga começou a fazer parte do meu cotidiano.

Fiz viagens alucinantes, fumei maconha misturada com
esterco de cavalo, experimentei cocaína misturada com um
monte de porcaria.

Eu e a galera descobrimos que misturando cocaína com
sangue o efeito dela ficava mais forte, e aos poucos não
compartilhávamos a seringa e sim, o sangue que cada
um cedia para diluir o pó.

No início a minha mesada cobria os meus custos com as
malditas, porque a galera repartia e o preço era
acessível. Comecei a comprar a 'branca' a R$ 10,00
o grama, mas não demorou muito para conseguir somente a R$
20,00 a boa, e eu precisava no minimo 5 doses diárias.

Saía na sexta-feira e retornava aos domingos com meus
'novos amigos'. Às vezes a gente conseguia o
'extasy', dançávamos nos 'Points' a noite
inteira e depois... farra!

O meu comportamento tinha mudado em casa, meus pais
perceberam, mas no início eu disfarçava e dizia que eles
não tinham nada a ver com a minha vida...

Comecei a roubar em casa pequenas coisas para vender ou
trocar por drogas...Aos poucos o dinheiro foi faltando e
para conseguir grana fazia programas com uns velhos que
pagavam bem.
Sentia nojo de vender o meu corpo, tinha uns homens nojentos,
cheio de gonorréia, mas era necessário para conseguir dinheiro.
Aos poucos toda a minha família foi se desestruturando.
Fui internada diversas vezes em Clínicas de Recuperação.
Meus pais, sempre com muito amor, gastavam fortunas para
tentar reverter o quadro.
Quando eu saía da Clínica agüentava alguns dias, mas
logo estava me picando novamente. Abandonei tudo: escola,
bons amigos e família.
Em dezembro de 2007 a minha sentença de morte foi
decretada; descobri que havia contraído o vírus da AIDS,
não sei se me picando, ou através de relações sexuais
muitas vezes sem camisinha.

Devo ter passado o vírus a um montão de gente, porque os
homens pagavam mais para transar sem camisinha.

Aos poucos os meus valores, que só agora reconheço,
foram acabando, família,amigos,pais, religião, Deus, até
Deus, tudo me parecia ridículo.

Meu pai e minha mãe fizeram tudo, por isso nunca vou
deixar de amá-los.

Eles me deram o bem mais precioso que é a vida e eu a
joguei pelo ralo. Estou internada, com 24 kg, horrível,
não quero receber visitas porque não podem me ver assim,
não sei até quando sobrevivo, mas do fundo do coração
peço aos jovens que não entrem nessa viagem maluca...
Você com certeza vai se arrepender assim como eu, mas
percebo que é tarde demais pra mim.

OBS.: Patrícia encontrava-se internada no Hospital
Universitário de Florianópolis e a enfermeira Danelise,
que cuidava de Patrícia, veio a comunicar que Patrícia
veio a falecer 14 horas mais tarde depois que escreveram
essa carta, de parada cardíaca respiratória em
conseqüência da AIDS.

Por favor, repassem esta carta. Este era o último desejo
de Patrícia.

POR FAVOR AMIGOS, PEÇO-LHES ENCARECIDAMENTE QUE ENVIEM
ESSA CARTA A TODOS...SE ELA CHEGOU A SUA MÃO NÃO É POR
ACASO! SIGNIFICA QUE VOCÊ FOI
ESCOLHIDO PARA AJUDAR ALGUÉM!!!

IPTU DE SÃO PAULO....

Repassando pra mostrar a criatividade e o protesto sério ,
mas os maus prefeitos só voltam atrás quando temos vereadores e muita gente brigando pela população.

(Porque repassam um monte de e-mails mentirosos e este ninguém repassa?)

TEORIA DA RELATIVIDADE
Sua casa vista por você...




PELO COMPRADOR....



PELO BANCO



PELO AVALIADOR



PELO IPTU DA PREFEITURA



Enquanto isso:

Com as chuvas, estado e prefeitura estão cumprindo o prometido:
Água e esgoto na porta de todo mundo...


(com pedágios absurdos e IPTU na hora da morte)